O Moodle é um ambiente virtual de aprendizagem, um software que é utilizado através da Internet e que permite o gerenciamento de processos de ensino e aprendizagem. Com o Moodle é possível montar cursos online, controlar o acesso de alunos ao ambiente, distribuir conteúdo de forma controlada, propiciar interação síncrona e assíncrona entre participantes de um curso, monitorar as ações que todos os usuários realizam no decorrer de um curso, avaliar manualmente ou automaticamente o aprendizado obtido, entre muitas outras ações necessárias a uma atividade de EAD.

Modular Object Oriented Dynamic Learning Envirionment (ou ambiente de aprendizagem dinâmico orientado a objeto modular) é desenvolvido pela empresa Moodle Pty Ltd (chamado Moodle.com Moodle HQ), localizada em Perth, Austrália, com a colaboração de dezenas de profissionais e empresas de todo o mundo que compõem a comunidade de apoio ao software. Trata-se de um projeto que foi iniciado por Martin Dougiamas, educador e analista de sistemas, ainda no final da década de 90, embora a primeira versão oficial do Moodle tenha sido liberada em 2002 (Giovanni Farias se envolveu com o projeto Moodle no ano 2000).

O Moodle HQ tem uma equipe própria de profissionais responsáveis por várias ações necessárias à gestão profissional de um projeto de software livre, tais como:

  • desenvolvimento da tecnologia principal do software (core code);
  • distribuição de tecnologias aditivas, desenvolvidos pela comunidade, integráveis ao Moodle;
  • gestão do site da comunidade de software livre Moodle.org
  • gestão da tradução do site para mais de 80 linguas, através do site Lang.moodle.org;
  • liderança dos Moodle Partners em todo o mundo (inclusive nossa empresa);
  • certificação MCCC (Moodle Course Creator Certificate) para profissionais de EAD;
  • gestão da marca (propriedade do Moodle.com) e da licença de uso Moodle como software livre;
  • edição da documentação online sobre o Moodle e suas funcionalidades;
  • entre muitas outras atribuições que mantém vivo o projeto Moodle de forma autossustentável.

Funcionalidades

O Moodle é um software complexo, mas flexível e modular ao mesmo tempo (o que permite simplificar seu uso), com um amplo conjunto de funcionalidades que permitem o ambiente virtual de aprendizagem adaptar-se a diferentes estratégias pedagógicas para educação a distância. Dentre outros recursos, podemos citar como principais:

   Publicação de conteúdo

Links para sites externos ao Moodle
Conteúdo em arquivo único ou em pasta de arquivos 
Conteúdo em HTML em página simples ou múltiplas
Conteúdo formato em padrão SCORM ou IMS

  Interação entre usuários

Fórum de discussão
Chat para interação em tempo real via texto
Wiki para construção coletiva de documentos
Blog para interação temática
Mensageiro interno do Moodle

   Avaliação de aprendizado

Questionário com correção automática
Entrega de trabalho via upload de arquivo ou texto online
Portfólio avaliado via base de dados
Workshop avaliado por pares 

   Coleta de dados

Portfólio em forma de base de dados
Enquete para escolha ou opinião
Avaliação diagnóstica
Formulário de coleta de dados

   Configuração do curso

Inscrição de alunos
Acesso condicional a itens do curso
Agrupamentos de alunos
Configuração de condições de conclusão de curso

   Gerenciamento de processo educacional

Monitoramento de atividades via relatórios
Acompanhamento de conclusão de curso
Gerenciamento de notas
Gerenciamento de backups

Dentre outras funcionalidades voltadas para a prática pedagógica e a gestão do processo educacional, além das funcionalidades disponíveis através da instalação de plugins, disponíveis no site Moodle.org.

Para usar o Moodle, professores e alunos precisam apenas estarem conectados à Internet e acessar o endereço onde o mesmo está instalado como se um site qualquer, sem precisar de instalar qualquer tipo de programa ou aditivos, não importa que tipo de computador se utilize para tal. Todo o processo é coberto por funções fornecidas pela própria ferramenta, sendo potencializado por outras tecnologias (como webconferência por exemplo), mas que não são decisivas para o uso do Moodle como gerenciador de processos online de educação.

Personalização da Interface

O Moodle pode ter sua interface personalizada, de modo a mudar o tema padrão do software de modo que o mesmo apresente elementos gráficos (logomarca, cores, estilos) que atendam ao padrão gráfico de quem usa. Trata-se de mais uma faceta do Moodle em termos de flexibilidade de configuração e envolve um serviço técnico oferecido por esta empresa. Abaixo são mostrados o tema padrão e um exemplo de tema personalizado. Abaixo temos a interface do Moodle cujos temas são referentes a diferentes versões do software. 

Moodle para Dispositivos Móveis

A interface do Moodle também é responsiva, ou seja, se adapta quando é acessada através de dispositivos móveis, como celulares e tablets. Isso permite que o mesmo curso, conteúdo ou atividade seja acessado tanto por intermédio de computadores e notebooks quanto por smartphones, pois o Moodle se adapta automaticamente ao tamanho da tela. 

Moodle App

Além da interface responsiva do Moodle que pode ser acessada em dispositivos móveis através do uso de navegadores, como na foto acima, o Moodle também tem aplicativo para Android e iOS, como o mostrado abaixo.

Abordagens Pedagógicas

Com tantas funcionalidades geridas em um ambiente modular e flexível, o Moodle acaba se tornando uma ferramenta adequada para diferentes demandas, seja para atender o mercado corporativo com um viés comportamentalista, fornecedores de cursos livres que também apreciam construtivismo, ou ainda instituições de ensino que primam por sócio-construtivismo. Também é possível se trabalhar com educação baseada em competências, aprendizagem adaptativa, avaliação por pares, dentre outras estratégias pedagógicas sofisticadas.

Tudo é uma questão de saber lidar adequadamente com a ferramenta, a configurando para que funcione e disponibilize cursos com os recursos necessários à abordagem pedagógica necessária à cada demanda específica. Tudo isso sem que o usuário, mesmo o administrador, precise usar qualquer conhecimento mais profundo em informática. Tudo funciona na interface gráfica do Moodle. Não é a tôa que o Moodle se tornou o ambiente virtual de aprendizagem mais utilizado no Brasil e no mundo (vide estatísticas de uso).

Tecnologia

Trata-se de uma tecnologia desenvolvida em linguagem PHP, mas por usar interface web é multiplataforma, ou seja, pode funcionar em computadores comuns e servidores que usam os sistemas operacionais Linux, Apple e Windows. Ou seja, o usuário pode montar um curso no notebook usando Windows e transportá-lo para um computador iMac ou para um servidor com sistema operacional Linux.

O banco de dados padrão é mySQL ou PostgreSQL, mas também é possível usar o Moodle integrado com muitas outras bases de dados como Oracle e Microsoft SQL Server. O Moodle também é versátil quanto a padrões de conteúdos gerados em padrões, aceitando: IMS, SCORM, AICC, LAMS, além de padrões GIFT, IMS QTI, XML e XHTML para questionários com correção automática (que ainda importam questões do Blackboard/WebCT).

Pode ser integrado a sistemas de gerenciamento de conteúdo como Joomla, Drupal ou Postnuke (via aditivos de terceiros), bem como autenticar através de bases de dados externas, seja diretamente ou via LDAP, Shibooleth ou vários outros métodos, como IMAP.

O Moodle conta com interface para dispositivos móveis, de modo que o mesmo Moodle possa ser acessado via computadores e celulares ao mesmo tempo. Conta com aplicativos para iPhone e Android que também permitem o acesso ao software de forma mais produtiva.

Sua arquitetura de desenvolvimento permite que seja usado em diferentes topologias de servidores, de modo a atender desde pequenas demandas em servidores compartilhados, com operações de EAD envolvendo algumas dezenas de alunos, até aquelas envolvendo centenas de milhares de alunos, através do uso de clusters computacionais.

Modelo de Negócio

O Moodle é um software livre que conta com um modelo de negócio bastante sustentável. Uma rede de dezenas de Moodle Partners (Moodle Certified Service Providers) espalhados por várias regiões do mundo mantém a empresa Moodle Pty Ltd (Moodle.com) contribuindo com 10% do faturamento bruto obtido na prestação de serviços Moodle para seus respectivos clientes. Desta forma, o Moodle.com pode manter sua equipe de desenvolvedores para promover a evolução orquestrada do software, não dependendo de contribuição variável de voluntários, embora também conte com este tipo de ajuda para atividades referentes a construção de temas, tradução do Moodle para outras línguas, documentação de ajuda, entre outros.

Desta forma o Moodle evolui de forma organizada, seguindo uma plano estabelecido pelo Moodle.com, que trabalha estreitamente com a rede de Moodle Partners, inclusive com reuniões globais periódicas e interação através de ambiente privado, onde o futuro do software é delineado entre dezenas de parceiros que vivem o dia-a-dia do uso do software em seus respectivos países.

Para este modelo de negócio funcionar, a marca Moodle é registrada em vários países do mundo, inclusive no Brasil, de modo a inibir a oferta de provimento de serviços Moodle por empresas que não sejam certificadas pelo Moodle para tal. O software é livre e pode ser usado para qualquer fim, seja comercial ou não, porém a oferta de serviços Moodle (cursos, hospedagem, suporte, integração, desenvolvimento focado no Moodle) só pode ser feita com autorização do Moodle.com. Nós ofertamos serviços Moodle por sermos certificados desde 2006 para tal. A compreenção deste modelo de negócio é essencial para a continuidade do desenvolvimento do Moodle, já que toda vez que alguém contrata um prestador de serviço Moodle não certificado, não está contruibuindo para a continuidade do software. 

Comunidade Moodle

No site Moodle.org se encontram todos os entusiastas do software livre Moodle. É onde uns usuários ajudam aos outros, ideias e experiências são trocadas, os primeiros passos a respeito do Moodle são dados, onde informações básicas sobre o software são publicadas e o software pode ser obtido gratuitamente através de download, igual a qualquer outro site de comunidade de software livre.

A nossa equipe mantém e gerencia a comunidade Brasil do site, bem como colabora com a revisão das traduções submetidas por voluntários da comunidade para aprimoramento da versão em Português brasileiro do Moodle. Trata-se parte da atividade de quem tem comprometimento, e não apenas envolvimento, com o projeto de software livre Moodle.

Moodle no Brasil

No Brasil é difícil achar uma instituição de qualquer nível educacional que lide com educação a distância e que não use o Moodle. O software é largamente utilizado pelas instituições de ensino superior públicas e privadas, por muitas corporações e pela maioria dos provedores de cursos corporativos, além de ser bastante usado por iniciativas individuais de professores que desejam usar a Internet como ferramenta para fornecimento de cursos online, bem como suporte ao ensino presencial.

Hoje se encontra o Moodle em corporações, ministérios, tribunais, no legislativo de municípios, estados e da união, provedores de cursos, escolas, institutos federais de educação, faculdades e universidades. O Moodle hoje é um padrão de software para gestão de processos de educação a distância, parte pelo que aqui é apresentado, parte pelo que só se percebe usando a ferramenta e descobrindo o quão versátil é a mesma. É com muito orgulho que a equipe da GFarias contribuiu para essa penetração de mercado no Brasil pelo Moodle, através de consultoria dada ao MEC em 2006, quando o Moodle se tornou política de governo para o ensino superior.

Se estiver interessado em conhecer melhor o Moodle, entre em contato conosco. Será um prazer esclarecer dúvidas, mostrar a adequação da ferramenta à sua demanda e prestar serviços em que somos referência no Brasil e no mundo.